Entenda como está o setor da indústria de autopeças no Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

De acordo com o Sindicato Nacional de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), o mercado de reposição deve crescer 7% até 2023. Esta expectativa faz parte de um estudo realizado pela consultoria McKinsey. Esse percentual se baseia no envelhecimento da frota, principalmente de veículos de passeio, que não deve aumentar significativamente – o que vai demandar mais manutenção e, consequentemente, maior número de componentes substituídos.

Quer saber mais sobre o panorama da indústria de autopeças no Brasil? Acompanhe a leitura, preparei um artigo completo.

Fique por dentro do panorama da indústria de autopeças no País

O último Relatório do Mercado de Reposição mensal, que apresenta dados de desempenho da indústria de autopeças para os mercados de linha leve e pesada, indica que o faturamento nominal do mercado de reposição, calculado a partir da aplicação de média móvel trimestral, após três meses seguidos de alta, apresentou leve queda de 1,16% na passagem mensal.

Na comparação interanual, a alta superou 83,8% e no acumulado do ano, 45,4%, tendo em vista a paralisação das atividades fabris e do comércio varejista em igual mês do ano passado por causa da Covid-19.

Quando se analisa as vendas para o mercado de reposição de veículos leves, a queda mensal foi de 0,7%, porém com aumento da ordem de 105,4% em relação a abril de 2020.

Para o segmento de pesados, registrou-se queda de 2,3% na passagem mensal, com alta de 45,8% na comparação com abril de 2020. É necessário lembrar que as linhas de veículos pesados e de máquinas agrícolas, seja no mercado original ou de reposição, foram menos impactadas pela crise em 2020 do que a de veículos leves.

Veja os desafios da indústria de autopeças no Brasil

Embora a expectativa de crescimento do Sindipeças pareça animador, ele se baseia no envelhecimento da frota, principalmente de veículos de passeio, que não deve aumentar significativamente, o que vai demandar mais manutenção e, consequentemente, maior número de componentes substituídos.

O levantamento da consultoria indica ainda que vai aumentar o número de automóveis com 12 anos ou mais de uso, passando dos atuais 41% da frota para 45% já no próximo ano. Com isso, a porcentagem de carros novos vai se manter estável, em torno de 14%. Os automóveis de passeio devem ser responsáveis por 62% dos negócios do setor, enquanto os veículos pesados responderão por 28% e as motocicletas pelos 10% restantes.

O diagnóstico feito pela consultoria também mostrou que, entre as tendências que já estão acontecendo no setor, a entrada de novos consumidores no mercado revelam o interesse das montadoras em disputar o segmento por meio da oferta de serviços, e não mais apenas com produtos.

Crescimento no setor de autopeças

Ainda sobre o estudo da consultoria mostrou que existem oportunidades no setor, como na distribuição de autopeças. Para se ter ideia, nos Estados Unidos, apenas quatro grandes empresas dominam 50% desse mercado, enquanto no Brasil as quatro maiores possuem cerca de 10%. Ou seja, há muito mais espaço para disputar por aqui.

Já as oficinas no Brasil, embora sejam em número muito menor que nos Estados Unidos, também atendem menos automóveis, o que revela uma falta de consciência dos proprietários com a manutenção. Cada oficina americana responde por quase três vezes mais veículos que as brasileiras. Então, caso ocorra uma mudança de comportamento por parte dos consumidores do país, isso vai representar outra oportunidade de negócios, indica o estudo.

Oportunidades para sua indústria com o Marketing Digital

Por falar em oportunidades de negócios, o Marketing Digital pode contribuir para a sua indústria. A presença online das empresas B2B e, mais especificamente das indústrias, nos mais diversificados setores da economia é mais do que uma exclusividade – é uma necessidade de mercado, independente do ramo de atividade.

O fato é que alguns setores ainda resistem ao novo modelo de fazer negócios, mas o digital deixou de ser apenas um meio de entretenimento e passou a ser um lugar onde as pessoas compram, encontram produtos, novas marcas e desenvolvem ideias de sucesso.

Planejamento digital para o sucesso das estratégias da indústria

Como aproveitar esse universo digital da melhor forma possível? O bom planejamento digital pode surpreender independentemente do tamanho da indústria ou do número de colaboradores. Na prática, e pela experiência dos cases de sucesso da Agência Tribo, o Marketing Digital não é uma ferramenta apenas para indústrias multinacionais.

Neste sentido, uma das estratégias no Marketing Digital é o Inbound Marketing que consiste, basicamente, em atrair clientes através de materiais ricos e gratuitos como catálogos, ebooks, vídeos ou ferramentas por exemplo, para que o público crie empatia com a marca e, assim, conduzi-los até o seu objetivo final, seja uma conscientização, uma seleção de distribuidores à venda final. Como na maioria dos casos das indústrias, o objetivo das vendas está nos associados e revendedores, o conteúdo oferecido em seu site deve levar em consideração o perfil de público-alvo.

Nos cases de sucesso atendidos pela Tribo, por exemplo, um de nossos clientes, a MTE-THOMSON investiu em melhorar o relacionamento com a oficina mecânica e com o reparador automotivo.

Nós, da Tribo, já tínhamos o estudo de persona, mas o conteúdo era exclusivamente muito técnico. Desta forma, nossa equipe ajudou a criar, planejar e a colocar em prática uma plataforma de conteúdo e cursos gratuitos que aumentaram o alcance orgânico do site, contemplando mais de 1.000 palavras-chave na primeira página do Google em média. Foi desenvolvido o EAD (Ensino à Distância) em parceria com a MTE-THOMSON que recebeu o nome de Oficina do Saber.

Com uma boa estratégia de Marketing Digital, é possível melhorar a imagem de uma companhia no ambiente online aos olhos de potenciais clientes. Isso quer dizer que, com uma visibilidade interessante nos mecanismos de busca, o alcance de sua marca é potencializado, fazendo com que os termos relacionados ao seu segmento estejam associados ao ramo de atividade de sua indústria.

O mercado de autopeças, aftermarket e reposição está em franco crescimento, principalmente agora com o avanços da imunização das pessoas com a vacina, crescimento econômico do Brasil.

Esteja posicionado digitalmente de maneira eficiente. Quer bater um papo sobre como nós, da Agência Tribo, podemos contribuir para os seus negócios?

Espero o seu contato, solicite uma proposta AQUI.

Terei o maior prazer em atendê-lo,

Até breve!

Maurício Simão
Maurício Simão

Sócio e Cofundador

Publicitário por formação, atua na área digital desde 1999, quando tudo ainda era mato e a internet só estava engatinhando. Como consultor e especialista, Mauricio Simão traduz essa linguagem digital tão complexa e cheia de ferramentas para que as empresas organizem melhor seus departamentos de marketing e tenham processos para se relacionar melhor com seus clientes e consigam se tornar cada vez mais relevantes.

Maurício Simão
Maurício Simão

Sócio e Cofundador

Publicitário por formação, atua na área digital desde 1999, quando tudo ainda era mato e a internet só estava engatinhando. Como consultor e especialista, Mauricio Simão traduz essa linguagem digital tão complexa e cheia de ferramentas para que as empresas organizem melhor seus departamentos de marketing e tenham processos para se relacionar melhor com seus clientes e consigam se tornar cada vez mais relevantes.

Posts Relacionados

Saiba como está o nível de maturidade digital das empresas no Brasil

Saiba como o marketing digital pode aproximar o consumidor da sua indústria

Fim dos cookies e a mudança na publicidade digital

Categorias

Categorias

Últimos Posts

Saiba como está o nível de maturidade digital das empresas no Brasil

Saiba como o marketing digital pode aproximar o consumidor da sua indústria

Entenda como está o setor da indústria de autopeças no Brasil

ico-whatsapp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar esse site, você concorda com o uso de cookies.